Notícias

Justiça versus Estabilidade

Justiça versus Estabilidade

Justiça versus Estabilidade

Em nome da estabilidade política avança o Comunismo no Brasil. Por um lado o Comandante do Exército afirma que as instituições do País são sólidas, maduras e com capacidade de encontrarem por si só a saída para a crise política, econômica e moral que deve ser resolvida no campo político e jurídico e que o Exército está profundamente empenhado em contribuir com a estabilidade das instituições por entender que isso é fator indispensável para a solução da crise. Enquanto isso o glorioso Exército de Caxias prossegue normalmente com suas atividades castrenses como se a crise nacional não existisse.  Por outro lado renomados juristas, dentre eles um professor emérito da Escola Superior de Guerra (ESG) confirmam que as instituições e poderes constituídos estão corrompidos e que no caso de instabilidade política envolvendo o poder executivo como elemento perturbador da ordem, cabe aos Comandantes militares das FFAA o restabelecimento da ordem. O estado de sítio, estado de defesa, FFAA e segurança pública compõe o regime constitucional das crises que serve para preservar o regime democrático e permitir às FFAA o restabelecimento da ordem e a garantia da independência dos poderes constituídos. Além de tudo ainda existe o risco do Brasil perder a sua soberania devido a possibilidade de intervenção internacional para retomar os rumos do Brasil. O fato é que o regime comunista avança a passos largos no Brasil e cada vez mais a parcela trabalhadora e pagadora de impostos é massacrada pelo tiranismo governamental. As perguntas que ficam são: até que ponto vale o preço dessa  estabilidade? Seria essa a estabilidade benéfica para a democracia?

Confira abaixo os vídeos sobre o assunto…

O povo pede que sejam investigados todos os envolvidos neste escândalo nacional! É direito e dever de cada Cidadão e dever do Ministério público fazer valer a LEI… Acredite quem quiser, o que é dito não condiz com a tropa que somos nós, e vejam que nas palavras dele a estabilidade do atual governo no poder é o que importa! Longe da realidade do verdadeiro povo que está nas ruas! O CPM precisa ser aplicado! Com Urgência!

Delegados da Polícia Federal é urgente investigar a cúpula das FFAA, as evidências de conluio saltam aos nossos sentidos, pois, como policiais que fomos e Juristas que somos, se torna algo inequívoco, até óbvio esse conluio com o crime político institucionalizado, pois muitos generais foram promovidos neste governo Dilma, que com certeza nesse mato tem muito rato estelionatário, peculatário escondido!

Que a Justiça prove ao povo Brasileiro o equívoco nessas suspeitas de fraude… Nós amamos as FFAA, somos formados nelas, por isso queremos em ação o “Espírito de Corpo das FFAA” atendendo ao pedido do povo das ruas…

Nós não amamos e sempre combateremos os Traidores da Pátria, os Lamarcas precisam ser punidos exemplarmente, que isso fique bem claro… As FFAA servem para garantir o Estado Democrático de Direito e não para dar estabilidade ao governo comunista. Lembrando aos Aficionados fanáticos por Lamarcas, que se insultar esta página patriota e aos agentes que aqui trabalham estarão sendo fotografados e banidos serão…

Participe da ODB. Curta nossas páginas no Facebook:

Ordem Dourada do Brasil

Grupo no Facebook

Ordem Dourada do Brasil-SP

Ordem Dourada do Brasil-DF

 

2 Comments on Justiça versus Estabilidade

  1. Antonio Rego // 25/03/2016 em 22:59 // Responder

    Se o Exército não está nem aí , o Povo vai ter que fazer a parte do Exército, para manter a Democracia. Não queremos sistema comunista no Brasil.

  2. É teratológico o reiterado comportamento desumano dessa facção criminosa travestida de partido político.
    Amplia a revolta o discurso psicoPaTeta reclamando de “golpe”.

    Veja as diferenças entre democracia e golpe:

    Eleger-se com dinheiro roubado de estatais = Golpe

    Uso da máquina pública para campanha = Golpe

    Levantar recursos de campanha por meio de extorsão = Golpe

    Estelionato eleitoral = Golpe
    Aliás, sabias? A expressão estelionato eleitoral para descrever o comportamento de prometer falsamente para angariar votos apareceu no no capítulo sobre o 4º poder, o controlador, no manual de TGP cuja 1ª edição foi impressa na virada do milênio, as seguinte em e-book, http://www.padilla.adv.br/processo/tgp/

    Cassação de chapa e de mandato (impeachment) = está previsto na Constituição, portanto, é parte do Estado Democrático de Direito

    Ou seja, os psicopatas treinaram os psicoPaTetas a “gritar golpe” para esconderem os seus próprios golpes!

    E tem muito mais golpes… Como essa nomeação de suspeito como ministro para obstruir a justiça.

    http://padilla-luiz.blogspot.com/2016/03/teori-e-o-protesto-da-banda.html

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.


*